09 fevereiro 2015

Trilogia Fronteiras do Universo

     Fala, galera!!! A prosa hoje é sobre a trilogia Fronteiras do Universo, do escritor britânico Philip Pullman, composta por: A Bússola de Ouro (429 páginas), A Faca Sutil (358 páginas) e A Luneta Âmbar (624 páginas). As edições que li foram as de bolso do selo Ponto de Leitura da Editora Objetiva. 

Philip Pullman

      Não tenho muito o que dizer sobre as edições. Por serem uma opção mais econômica, não trazem nada de muito trabalhado, mas ainda assim acho que são edições muito dignas e não vejo problema algum em adquiri-las.

A Bússola de Ouro

Sinopse: "O primeiro volume da trilogia Fronteiras do Universo, de Philip Pullman, se passa em um mundo muito parecido com o nosso — mas com algumas curiosas diferenças. Ciência e religião se confundem. Todo ser humano possui um dimon, um animal inseparável que na infância toma várias formas. E existe um raríssimo objeto que aponta a verdade, mas ninguém sabe fazê-lo funcionar. Lyra é uma menina levada que vive na tranqüila cidade universitária de Oxford, na Inglaterra. Lá, crianças começam a desaparecer. E quando seu grande amigo Roger, some, Lyra parte em sua busca, disposta a desafiar seus próprios temores. Na paisagem árida do Norte, onde tenta encontrar Roger, Lyra enfrenta uma terrível conspiração que faz uso de crianças-cobaias em sinistras experiências. Entre ursos usando armadura e bruxas que sobrevoam as sombrias geleiras, Lyra terá que fazer alianças inesperadas se quiser salvar o amigo de seu trágico destino."

     Começo dizendo que o Universo criado por Pullman nesta trilogia é incrível e único! No início você pode ficar meio perdido com as nomenclaturas, objetos e tudo mais. Algumas pessoas podem se sentir incomodadas com a falta de explicação do autor para tantas "novidades", mas não foi o meu caso. Com o decorrer da leitura você vai se ambientando e entendendo facilmente como funciona este universo e suas particularidades. Prefiro ir descobrindo tudo aos poucos do que receber as explicações mastigadinhas. A protagonista, Lyra, é uma garotinha muito interessante. Personagens criança não costumam chamar tanto a minha atenção, mas dessa eu gostei bastante! Os temas abordados em meio às aventuras e à fantasia são por vezes polêmicos e envolvem ciência, religião, política... Apesar disto, a leitura não é pesada, fluiu fácil e me fez ficar bastante envolvida na trama. 
     Este livro ganhou uma versão para o cinema em 2007.


Fronteiras do Universo

     Como o projeto não foi muito bem sucedido (tanto que não prosseguiram com a série) não vou me estender muito no assunto. 

A Faca Sutil

Sinopse: “Will, um garoto de 12 anos, maduro para sua idade, vive em Oxford. Ele precisa tomar conta da mãe, que tem problemas mentais. Quando mata um homem acidentalmente, ele decide fugir e tentar descobrir a verdade sobre o desaparecimento de seu pai, um explorador do Ártico. Desolado e sem ter para onde ir, Will segue os passos de um gato e, sem querer, atravessa a janela para um outro mundo. Lá ele conhece a impetuosa Lyra e seu daemon Pantalaimon. Cittagàzze é um mundo semelhante aos de Will e Lyra, mas em vez de pessoas, quem percorre suas ruas são espectros mortais, devoradores de almas. O rufar das asas de Anjos distantes ecoam no céu. É aí, escondida na Torre dos Anjos, que se encontra a faca sutil, um poderoso talismã capaz de cortar o nada e abrir brechas para outros mundos. Para conseguir esta arma, seres de todo o universo são capazes de qualquer coisa - até de matar. Juntos, Will e Lyra vão de mundo em mundo, procurando as relações entre o misterioso Pó, as pontes que ligam os mundos, anjos seres, supremos e as forças cósmicas. Somente com estas informações é que poderão lutar para salvar o universo e encontrar o pai de Will.”

     Comecei a ler este segundo livro da trilogia com um pouco de receio, pois já havia lido um monte de blogs dizendo que o primeiro livro era bom, mas os outros dois eram uma decepção. Na real? Não achei não, rs... Aliás achei o enredo bem mais emocionante que o primeiro, que já era bom! O primeiro livro serve mais para nos ambientar ao universo, mas é no segundo livro que a maior parte da ação acontece! É possível ter uma visão mais ampla e perceber toda a complexidade por trás dos acontecimentos. Simplesmente adorei o novo mundo de Cittagàzze. As críticas à Igreja são mais explícitas e presentes neste volume, o que não me incomoda nem um pouco. A leitura é tão gostosa que terminei de ler o livro muito rápido! 

A Luneta Âmbar

Sinopse: "Já na primeira cena, este último volume da trilogia Fronteiras do Universo faz o coração bater mais forte. Descobrimos quem capturou Lyra no final de A Faca Sutil, mas não está claro se as intenções  desse alguém são boas, más, ou uma mistura dos dois. Will ainda possui a lâmina que pode fazer cortes entre os mundos. Agora, chegam dois companheiros voadores, determinados a escoltá-lo ao esconderijo montanhoso de Lorde Asriel. Mas Will tem um único objetivo: resgatar sua amiga e devolver para ela o aletiômetro, o instrumento que já lhe revelou tanto em A Bússola de Ouro e A Faca Sutil. Com a ajuda de amigos, Lyra é resgatada de seu cativeiro nas montanhas do Himalaia e parte para a Terra dos Mortos, onde precisa libertar fantasmas aprisionados por uma figura opressora de poderes quase divinos, a Autoridade. Lyra é a Eva dos novos tempos, e terá que travar uma nova e surpreendente batalha entre o Bem e o Mal. Ao longo de sua aventura, Will e Lyra amadurecem e, no fim, o destino dos vivos - e dos mortos - dependerá de suas escolhas."

     Este livro vem para fechar a trilogia e despedaçar meu pequeno coraçãozinho. Ainda não entendo como pude gostar tanto dos dois primeiros livros e detestar o terceiro. Demorei uma vida pra terminar a leitura. Toda vez que tentava ler eu pegava no sono. Não rendia. Aquela urgência em não parar de ler só apareceu no final do livro. Acredito que meu erro foi estar com muitas expectativas. Tudo culpa da Faca Sutil! O livro foi tão bom que me fez esperar demais do próximo. Mas seria injusto não comentar que a obra tem alguns pontos muito positivos. Primeiro, podemos observar um amadurecimento muito grande nos dois personagens principais e a forma como o autor trabalha este desenvolvimento é excepcional. E tenho que dizer que o final foi emocionante! Bonito e triste. No decorrer da história tudo caminha para um desfecho assim, então a leitura já acontece sem a ilusão de esperar um final feliz para todos. Infelizmente, a falta de ação no decorrer do livro me fez desencantar da série a ponto de passar os meus livros adiante. É, c' est la vie! Já foram todos pro Sebo. 
     A conclusão que chego é de que a leitura da série valeu a pena, pelos dois primeiros livros que são excelentes e pelo desfecho, que também foi muito bom! No entanto, a leitura do terceiro foi bastante desgastante em 90% do tempo (o que é muito, se observarmos que é o maior livro da série) e não posso dizer que um dia eu me anime em relê-los. Porém, indico demais! Porque os dois primeiros livros são realmente muito bons.

6 comentários:

  1. Não conhecia a trilogia, parece ser bem legal!!! Adorei a resenha, beijos
    http://chuvacobertaelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Sou louca pro essa trilogia, mas acho que é tão salgadinho os preços deles, quem sabe Qdo tiver uma promoção eu não compre, afinal a história parece ótima

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu comprei as edições de bolso, mesmo assim não foram assim muito baratinhas não. Mas como tenho pouco espaço em casa, eu só mantenho os livros que tenho intenção de ler de novo, então minha trilogia já foi morar no Sebo rs...

      Excluir
  3. Olá Samantha!

    Passei aqui para visitar seu blog e amei! Suas resenhas são muito bem escritas, parabéns (:
    Fiquei muito feliz com a sua opinião sobre essa trilogia porque sou LOUCA para ler desde que vi o filme, mas nunca tive coragem de pegar o primeiro livro para ler porque ouvi mais coisas ruins do que boas. Mas como gosto de saber por mim mesma, vou na sua opinião! haha
    Parabéns pelo blog e pelo canal, vou acompanhar. Ah, e seu blog é muito lindinho!

    Beijos,
    Marina Cases - Precisamos Falar Sobre Livros - http://pfslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Marina! =D
      Acho mesmo que você tem que ter suas próprias conclusões. A trilogia tem sim seus pontos negativos, mas tem muitos positivos também. Vale a pena ler!!! Beijos!!!!

      Excluir