20 abril 2015

A menina que colecionava borboletas

     Fala, galera! Pronto, posso dizer que já li todos os livros da Bruna Vieira lançados até o momento, rs... E hoje vou resenha pra vocês A menina que colecionava borboletas.
     Trata-se de um livro de crônicas com 151 páginas. A capa é maravilhosa e a qualidade da diagramação nem tem o que dizer, mais uma edição primorosa da Gutenberg, linda e cheia de ilustrações maravilhosas. Eles arrasam!

Bruna Vieira

Bruna Vieira

Sinopse: “Bruna Vieira está cada vez mais longe dos quinze e sabe que crescer nunca é tão simples. Considerada uma das blogueiras mais influentes do mundo, mais uma vez ela dá vazão ao seu talento como escritora com este seu novo livro de crônicas e pensamentos, em que mostra o quanto amadurecer e conquistar a independência é maravilhoso, mas tem seus desafios e poréns. A garota do interior que usa batom vermelho e que realizou seus maiores sonhos continua inspirando adolescentes de todo o país. Para ela, as páginas deste livro significam o bater de asas das borboletas que colecionou dentro do peito por algum tempo e que agora, finalmente, pode deixar que voem livres por aí.

Bruna Vieira

     Não posso deixar de comparar este livro com o outro livro de crônicas da autora, o Depois dos Quinze. Os dois seguem o mesmo padrão, textos curtos e autobiográficos (que não chego a considerar crônicas) e que falam muito sobre sentimentos. A diferença está no amadurecimento. Não, os textos não são extremamente complexos e profundos, mas é muito interessante como dá pra identificar exatamente a transição da garotinha para a jovem mulher através das experiências pelas quais ela vai passando. Os temas abordados são mais diversificados (amizade, relacionamentos, morar sozinha, viagens, padrões impostos pela sociedade) e não ficam focados somente em romances adolescentes como o livro anterior. Mas ainda tem romance, porque a gente também gosta né, minha gente! Rs....

“Na maior parte do tempo você não estava realmente aqui. Eu só tinha momentos, bons momentos, mas a semana é longa e eu não sei brincar de faz de conta por tanto tempo.” (pág. 47)

Bruna Vieira

     Este livro também traz no fim do livro (???) uma lista de sugestões de músicas para serem ouvidas durante a leitura.

Bruna Vieira

      É uma leitura leve e rápida. No geral, eu gostei mais deste do que do Depois dos Quinze, mas ainda prefiro a série Meu primeiro blog. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário