10 junho 2015

A probabilidade estatística do amor à primeira vista

     Fala, galera! Hoje eu vim prosear um pouquinho sobre o livro A probabilidade estatística do amor à primeira vista (223 páginas), livro escrito por Jennifer E. Smith e editado pelo selo Galera, da Editora Record. 

Jennifer E. Smith

Sinopse: "Quem imaginaria que quatro minutos poderiam mudar a vida de alguém? Mas é exatamente o que acontece com Hadley. Presa no aeroporto em Nova York, esperando outro voo depois de perder o seu, ela conhece Oliver. Um britânico fofo, que se senta a seu lado na viagem para Londres. Enquanto conversam sobre tudo, eles provam que o tempo é, sim, muito relativo. Passada em apenas 24 horas, a história de Oliver e Hadley mostra que o amor, diferentemente das bagagens, jamais se extravia."

Jennifer E. Smith

     Esteticamente falando, este é um livro muito lindo! A capa é fofa, com detalhezinhos em verniz localizado, cores muito delicadas, letra de um tamanho muito bom, páginas amareladas.... Puro amor!
     Optei por fazer esta leitura agora, porque meus dois últimos livros lidos tinham temáticas pesadas (Ratos e A lista negra) e eu precisava de alguma coisa mais leve e bonita, pra não desacreditar da raça humana, rs... Pensei que seria um livro muito bonitinho, assim como Anna e o beijo francês, mas confesso que não fiquei tão tocada assim.
     A linguagem utilizada na obra é simples e leve e você consegue ler o livro todo em uma tarde. Apesar de não ser centrado apenas no romance e abordar também alguns dramas familiares, o leitura continua sendo leve e despretensiosa. Achei muito interessante que, mesmo a história toda se passando em apenas 24h, o enredo não ficou prejudicado. 
     O fato de eu não ter gostado tanto se deve a eu não ter me apegado ao casal protagonista. Não senti aquela química toda que me fez suspirar. A verdade mesmo é que até metade do livro eu não tinha simpatizado nem um pouco com eles e já estava pensando em desistir, mas, para minha surpresa, o enredo dá uma reviravolta quando o foco recai sobre a história do Oliver e isto me agradou e surpreendeu muito! 

Jennifer E. Smith

     Este não é um daqueles livros que irão mudar sua vida, longe disto! E nem entrou pra minha lista de romances favoritos da vida, mas, no fim, ele me agradou e não foi uma total perda de tempo, então conseguiu se livrar do destino de ser trocado no Sebo e conseguiu garantir um lugar de morada na minha estante. 

6 comentários:

  1. Eu sempre tento ler esse livro... em maratonas, por exemplo, por ser pequeno (em todos os sentidos), mas não consigo! Eu juro que tento... mas não dá. Ele parece muito ser o tipo de livro que me agrada, mas me decepcionei um pouco quando comecei a ler e larguei, por duas vezes! Espero um dia terminar e acabar me surpreendendo (pro bem), mas por enquanto não deu... :/
    whoosthatgirrl.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te falar, o começo desse livro não foi fácil não viu rs... Mas lá pro meio eu gostei! Tente terminar que você vai se surpreender também!

      Excluir
  2. Olá!
    Também não sou muito fã de romance, mas diferente de você eu adorei esse livro e me envolvi bastante principalmente com o Oliver. Eu adoro essas narrativas que aparentam se sustentar mais nos diálogos dos personagens do que efetivamente nas descrições do narrador.
    Também gostei do fato de abordar outros problemas além do romance.

    Beijos
    Espero sua visita =)
    http://numrelicario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Oliver é sem dúvidas o melhor personagem mesmo. Beijos!

      Excluir
  3. Oi, Samantha!

    Ok, esse livro também não mudou minha vida, mas se tornou um dos meus queridinhos *-* Sério que não gostou muito do casal? Eu os achei super entrosados, adorei especialmente o Oliver! Já posso me casar, produção? HAHAHA <3 A única "reclamação" que tenho é que o livro é muito pequeno, fiquei meio chateada por isso, hehe. Acho que ele tinha fôlego para mais páginas.

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nina! Não sei, eles não me convenceram muito, não cheguei a ficar apaixonada por eles, mas o Oliver com certeza foi destaque no final! Beijos!

      Excluir